terça-feira, 26 de maio de 2015

Aventura Sênior 2015

O tema da Aventura Sênior Regional será “Um desafio medieval”. Através das atividades que serão realizadas na Aventura, os jovens poderão conhecer um pouco mais sobre o período medieval, as batalhas travadas entre os reinos, os torneios de justas, a espiritualidade dos guerreiros, suas culturas e suas tradições.







Quando ocorrerá?

10, 11 e 12 de Outubro

Onde?

Assu/RN

Inscrições para o evento estão abertas, e poderão ser realizadas através do Meu SIGUE até 11 de SETEMBRO.

Documentos relacionados:

Aventura Sênior 2015
Boletim do Evento

Participe do projeto Movidos pelo Escotismo

Participe do projeto Movidos pelo EscotismoO projeto Movidos pelo Escotismo é uma iniciativa que busca mobilizar e integrar escoteiros de diferentes partes do País em ações que auxiliem na aplicação do Método Escoteiro e do Programa Educativo do Movimento Escoteiro.

Jovens de 18 a 26 anos incompletos são convidados a participar da primeira edição do Movidos pelo Escotismo, que acontece na Região Norte, nos Estados do Amazonas e Tocantins. É uma oportunidade para que Pioneiros e Jovens Líderes tenham uma experiência relevante de serviço, em outro ambiente, de maneira que possam melhorar uma realidade usando suas competências. Dois participantes serão escolhidos para realizar as atividades no mês de julho de 2015.

Para participar, é preciso preencher a ficha de inscrição e encaminhar os demais documentos requisitados no item 4 deste Edital. Todas as despesas dos participantes serão cobertas pelo projeto.

Onde: Tabatinga (AM), e Tocantins (município a definir).

Quando: 10 de julho a 31de julho

Inscrições: 25 de maio a 10 de junho

Arquivos Relacionados


Edital de Convocação

Ficha de Candidatura

Vereadores pedirão a Eduardo Cunha para reforma política não ser válida para o pleito de 2016

cunha_vereadores

Na conversa que terão com Eduardo Cunha nesta terça-feira, presidentes de Câmaras municipais apresentarão manifesto pedindo que qualquer alteração nas regras eleitorais não seja válida para 2016. O texto, assinado por Antônio Donato (PT-SP), Jorge Felippe (PMDB-RJ) e mais 11 chefes de Legislativos municipais, diz que um ano é pouco para que os eleitores “absorvam com clareza” as regras.
Segundo a Folha de São Paulo, governadores que estiveram com Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e Renan Calheiros (PMDB-AL) ficaram animados com avanços em pautas que não dependem de verbas da União. O paulista Geraldo Alckmin (PSDB) disse a aliados ter recebido sinais de que deve andar projeto que dá autonomia aos governos estaduais para decidir sobre investigação policial.

Quatro réus da Operação Lava Jato são transferidos para penitenciária do Paraná

Quatro réus da Operação Lava Jato – os ex-deputados federais André Vargas, Pedro Corrêa e Luiz Argôlo e o ex-tesoureiro do PT, João Vaccari Neto – foram transferidos na manhã de hoje (26), da carceragem da Polícia Federal (PF), em Curitiba, para uma penitenciária comum estadual, o Complexo Médico-Penal, em Pinhais (PR), região metropolitana de Curitiba. Segundo a assessoria da Superintendência da PF, a transferência ocorreu por volta das 9 horas.

Vargas, Corrêa e Argôlo foram presos no início de abril, durante a 11ª fase da Operação Lava Jato, que apura denúncias de desvio de dinheiro e corrupção na Petrobras, além de irregularidades em contratos de publicidade da Caixa Econômica Federal e do Ministério da Saúde. Vaccari foi preso no mesmo mês, só que na 12ª fase da operação.

A transferência dos quatro réus para o sistema penitenciário foi solicitada pelo delegado federal Igor Romário de Paula, um dos responsáveis pela condução dos inquéritos na operação. Segundo o delegado, as instalações da PF não têm capacidade para abrigar um grande número de presos. A transferência foi autorizada ontem (25), pelo juiz federal Sérgio Moro.

Com a transferência, os investigados ficarão submetidos às regras do presídio, mas permanecerão em ala reservada. Segundo o diretor do Complexo Médico Penal, Marcos Marcelo Muller, ao chegar à unidade, os quatro réus passaram pelos procedimentos normais, incluindo revista. Eles ficarão em celas de uma ala especial, destinada a pessoas com curso superior ou agentes de segurança que precisam ser isolados dos presos comuns.

Agência Brasil

Corpos amarrados são encontrados em lixão na zona rural de Mossoró

Lixão fica no sítio Cajazeiras, em um local conhecido como estrada do Óleo (Foto: Marcelino Neto/G1)

Dois corpos foram encontrados na manhã desta terça-feira (26) nas imediações de um lixão na zona rural de Mossoró, município da região Oeste do Rio Grande do Norte. De acordo com a perícia do Instituto Técnico-Científico de Polícia (Itep), as vítimas são dois homens ainda não identificados, provavelmente mortos a tiros.

Ainda segundo o Itep, os dois homens estavam vestidos somente com cuecas e tinham as mãos amarradas para trás. A Polícia Militar informou que o lixão fica no sítio Cajazeiras, em um local conhecido como estrada do Óleo. Até o momento não há pistas dos criminosos ou motivação para as execuções.

segunda-feira, 18 de maio de 2015

Máscara Negra: TJ apreciará habeas corpus em favor de empresário de banda

A Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do RN definiu, para esta terça-feira (19), o julgamento de mais um habeas corpus relacionado à operação “Máscara Negra”, que investiga suposto esquema de desvio de recursos públicos, através de contratos superfaturados, promovido por agentes públicos, bandas e empresários nos municípios de Macau e Guamaré. O órgão julgador irá apreciar o HC impetrado pelo empresário Christiano Gomes de Lima Júnior, mais conhecido como “Júnior Grafith”.

Segundo dados do Ministério Público Estadual, que deflagrou a operação, vários grupos musicais teriam sido usados por intermediários em processos sem licitações. Os valores pagos por shows chegam a superar 400% acima do mercado. Na ação originária, o MP relatou que dentre as bandas contratadas, sempre se destaca, pela frequência e pelos altos cachês, a Banda Grafith, pertencente a Júnior Grafith.

Disque 100 recebe 21 mil denúncias de violações contra crianças no 1º trimestre

O Disque Direitos Humanos (Disque 100) recebeu 21.021 denúncias de violações de direitos humanos de crianças e adolescentes no primeiro trimestre deste ano. Os números representam uma queda de 1,6% em comparação ao mesmo período do ano passado, informou hoje (18) o ministro da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR), Pepe Vargas. Em relação ao perfil, 45% das vítimas eram meninas e 20% tinham entre 4 e 7 anos.

“Ainda é um número muito elevado", disse o ministro. Segundo ele, as principais denúncias são negligência e violência física, psicológica e sexual. "O mais grave é que, em 58% dos casos de violação dos direitos, os suspeitos são pais ou mães. Isso revela o quanto ainda temos de caminhar para uma cultura de respeito aos direitos das crianças e adolescentes”, destacou o ministro, durante o lançamento oficial da campanha “18 de Maio - Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes”.

Sobre os casos de violência sexual, o Disque 100 registrou 4.480 denúncias, o que representa 21% do total de violações entre janeiro e março. A maioria dos casos (85%) é de abuso sexual. De acordo com o ministério, esse crime ocorre quando o agressor, por meio de força física, ameaça ou sedução, usa crianças ou adolescentes para a própria satisfação sexual.

Para Pepe Vargas, há uma banalização da violência na sociedade brasileira. “Temos de pensar em um debate em relação aos meios de comunicação. A gente ainda vê programas e até desenhos infantis que, de certa forma, estimulam a violência. Precisamos combater essas formas dissimuladas de incentivo à violência.”

Coordenadora do Comitê Nacional de Enfrentamento à Violência Sexual contra Criança e Adolescente, Karina Figueiredo, esclareceu que mais de 4 mil municípios terão atividades esta semana. “O objetivo é mobilizar e sensibilizar a sociedade para o tema, de modo que as pessoas não fiquem caladas diante de situações de abuso e de exploração. Os professores têm de ter um olhar mais apurado, os pais mais atenção e as crianças precisam aprender a se proteger", explicou Karina.

O Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes foi instituído com a aprovação da Lei Federal nº 9.970/2000. A data foi escolhida porque, em 18 de maio de 1973, em Vitória (ES), a menina Araceli, de 8 anos,  foi raptada, drogada, estuprada, morta e carbonizada.

Um dos parceiros da campanha é o projeto da Caravana Siga Bem, que conta com duas equipes e quatro caminhões que, em nove meses, percorrerão 110 municípios de Norte a Sul do país. A proposta é conscientizar caminhoneiros e a população sobre a violência doméstica contra mulheres e a exploração sexual de crianças e adolescentes.

“Os caminhões viram palcos para teatro e música, além de promover serviços de saúde e palestras. É um trabalho de conscientização para os caminhoneiros, que podem ser nossos olhos na estrada. Eles apoiam no que tentamos passar com as palestras e o espetáculo, que é uma forma lúdica de transmitir a mensagem de combate à violência”, concluiu o coordenador de Responsabilidade Social da Caravana Siga Bem, Gustavo Curti.