segunda-feira, 3 de agosto de 2015

Hotel Urbano agora é parceiro dos Escoteiros do Brasil

Hotel Urbano agora é parceiro dos Escoteiros do Brasil
Os escoteiros do Brasil têm mais um benefício para aproveitar: o Hotel Urbano é o novo parceiro da Instituição. A maior agência online de viagens do Brasil quer possibilitar novas experiências aos associados, realizando os planos de milhares de pessoas de conhecer os mais diversos lugares no mundo.

Com preços especiais em hospedagens, cruzeiros e pacotes turísticos nacionais e internacionais, o Hotel Urbano se compromete com seus clientes e parceiros a oferecer opções que os conectem com seus sonhos, para que possam aproveitar seu tempo com mais qualidade e ao lado das pessoas que amam.

Para saber mais acesse a área de convênios.

Radares da BR-101 começam a multar a partir de hoje


Os radares eletrônicos instalados pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) no trecho da BR-101, entre os bairros de Potilândia (próximo a Arena das Dunas) e Neópolis (entre o pórtico dos Reis Magos e o túnel de acesso ao conjunto Jiqui) começam a multar por excesso de velocidade a partir de hoje (3). 
 
Os equipamentos já estavam instalados desde o mês de maio, mas só agora vão passar a registrar a velocidade dos veículos – até mesmo nas pistas marginais – no trecho de Potilândia. A velocidade máxima permitida será de 80lm/h nas vias principais e 60km/h nas marginais. 

Os quatro equipamentos estavam funcionando apenas para testes e por isso as infrações não vinham sendo registradas para efeito de cobrança das multas, também pela necessidade de passarem por aferição do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia.

Velocidade
A instalação dos equipamentos é parte do Plano Nacional de Controle de Velocidade, iniciado pelo Dnit em todas rodovias federais no ano de 2011. No estado, o departamento já instalou 66 pardais.

Justiça autoriza depósito judicial para desapropriação de terreno para o TCE-RN

Foto: Divulgação
O juiz Luiz Alberto Dantas Filho, em processo da 4ª Vara da Fazenda Pública de Natal, deferiu pedido liminar e autorizou o Estado do RN, por meio de sua Procuradoria Geral, a efetuar em juízo o depósito no valor de R$ 1.759.554,00 referentes à desapropriação de um terreno de 951 m², requisitado pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE-RN) para ampliação de suas instalações físicas.

O magistrado deferiu ainda o pedido de imissão provisória na posse do imóvel especificado no Decreto nº 25.304, de 24 de junho de 2015, em favor do Estado, expedindo-se mandado a ser cumprido por Oficial de Justiça. Tal decreto governamental havia declarado o imóvel de utilidade pública para fins de desapropriação.

Segundo os autos, a Procuradoria Geral do Estado ingressou com Ação de Desapropriação contra 34 demandados, residentes do Edifício Luciano Barros, solicitando liminarmente, inaudita altera pars (sem que a parte contrária seja ouvida no processo), autorização para efetuar o depósito judicial do valor da indenização estabelecido administrativamente e a concessão imediata da imissão provisória na posse do bem.
Ao deferir a liminar, o juiz Luiz Alberto Dantas determinou a citação dos demandados para que possam responder a ação.

Em sua decisão, o juiz aponta a jurisprudência dos tribunais superiores, “no sentido da admissibilidade de ser deferida de forma preliminar a imissão provisória na posse do imóvel objeto de desapropriação, estando presentes os requisitos para concessão da medida, quais sejam, a comprovação da urgência, geralmente constando no decreto expropriatório, como no caso sob análise, e a efetivação do depósito prévio, independentemente de citação da parte demandada, de ser realizada avaliação judicial para definir o preço real do bem e do pagamento integral do valor indenizatório justo e compatível em relação ao imóvel desapropriado, o que será estabelecido em caráter conclusivo somente no julgamento do mérito”.

Fonte: TJRN

Com pneus e madeira, trabalhadores fecham acesso ao aeroporto de Natal


Grupo fechou acesso ao aeroporto de Natal na mnhã desta segunda-feira (3) (Foto: Fernanda Zauli/G1) 
 
Um grupo de manifestantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) interditou na manhã desta segunda-feira (3) o acesso ao Aeroporto Internacional Aluízio Alves, na Grande Natal. De acordo com a Polícia Militar, os manifestantes usaram pneus e pedaços de madeira para bloquear a passagem.
A obstrução acontece na rotatória que dá acesso ao aeroporto, segundo a assessoria de comunicação da Secretaria Estadual de Segurança Pública. A entrada e a saída do aeroporto estão fechados.
Uma equipe da PM está no local tentando negociar a liberação da via.

Fonte: G1 RN

terça-feira, 7 de julho de 2015

Águia de Ouro prepara bateria de escoteiros para festival no Japão

A Águia de Ouro mantém de longa data um relacionamento com a comunidade japonesa.

A ligação acontece bem antes do último Carnaval, quando a azul e branca conquistou a quarta colocação no Grupo Especial ao apresentar no sambódromo do Anhembi o enredo "Brasil e Japão: 120 anos de união", abordando as relações entre as duas nações.

Seu presidente Sidnei Carriuolo já esteve várias vezes no Japão participando do Carnaval Brasileiro em Asakusa, em Tóquio, evento que conta principalmente com a participação de japoneses nativos, levando as cores, o ritmo e a musicalidade brasileiras ao país do "Sol Nascente". É o maior Carnaval brasileiro fora do Brasil.


Na tarde do último domingo, dia 5, a quadra da Águia de Ouro realizou o encerramento de um curso de percussão direcionado a um dos maiores Grupos de escoteiros do Brasil, o Grupo Caramuru, que este ano irá representar a cultura brasileira no encontro mundial de escotismo.

"Começamos em abril e nos sentimos honrados em concluir esta etapa vendo não apenas a evolução e o resultado prático, mas a alegria e satisfação de todos os participantes", disse mestre Juca, diretor geral de bateria da Águia de Ouro sobre a ação.

A equipe do SRZD-Carnaval/SP acompanhou de perto o evento e conversou com Ricardo Ishikawa, líder do Grupo de Escoteiro Caramuru e com Sidnei Carriuolo, presidente da Águia de Ouro.

"Esta é a importância do trabalho de uma escola de samba. As atividades ultrapassam os limites do desfile no Carnaval. É gratificante trabalhar com honestidade em parcerias onde existe credibilidade para obter resultados positivos como o deste curso", disse Carriuolo.

UFRN realiza concurso para professores; salários de até R$ 9 mil

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) divulgou mais um edital para seleção de Professor da Carreira do Magistério Superior, cargo que exige graduação, além de titulação em nível de mestre ou doutor, dependendo da área. As inscrições serão recebidas exclusivamente pela internet, até o dia 14 de julho de 2015, através do endereço eletrônico www.sigrh.ufrn.br. A taxa varia entre R$ 60,00 e R$ 220,00 e a remuneração pode chegar a RS 9.012,50, de acordo com o nível de escolaridade. O edital completo pode ser acessado no endereço www.progesp.ufrn.br.

Vagas são para funções em Natal e Santa Cruz 
Vagas são para funções em Natal e Santa Cruz

O edital 04/2015 distribui vagas para os seguintes cargos: Bioinformática, Fundamentos Matemáticos para Computação, Gestão de Tecnologia da Informação, Matemática, Estatística e Métodos de Análise em Ciências e Tecnologia, Sistemas Operacionais , Instrumento Violoncelo, Nutrição Clínica, Processo Saúde-Doença na Atenção Básica e Semiologia e Semio-técnica da Enfermagem, Matemática Aplicada, Controladoria Empresarial e Metrologia. As vagas são distribuídas entre o Campus de Natal e de Santa Cruz.

O concurso terá prova escrita, prova didática, exame de títulos e trabalhos e defesa da produção intelectual, que ocorrerão no mês de setembro. O prazo de validade será de um ano, prorrogável uma vez, por igual período.

Outros concursos

A UFRN também recebe, até o próximo dia 14, as inscrições relativas a cargos dos editais 002/2015 e 003/2015, com oportunidades para professores adjunto, assistente e auxiliar, em um total de 46 vagas. Da mesma forma que o edital 004/2015, a inscrição é realizada por meio do site www.sigrh.ufrn.br e os salários podem chegar até R$ 9.012,50.

Servidores do INSS, Anvisa e Funasa entram greve no RN

Com a paralisação, fica suspensa a maior parte dos atendimentos do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), da Fundação Nacional de Saúde (Funasa) e das agências regionais do Trabalho no Estado. (Foto: Sindprevs-RN) 
 
Servidores federais dos ministérios da Previdência Social, do Trabalho e da Saúde no Rio Grande do Norte entraram em greve nesta terça-feira (7). Com a paralisação, que é por tempo indeterminado, está suspensa a maior parte dos atendimentos do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), da Fundação Nacional de Saúde (Funasa) e das agências regionais do Trabalho no Estado.

A greve dos servidores é motivada por cinco reivindicações principais: reposição salarial em conformidade com a inflação; incorporação de gratificações; paridade entre ativos e inativos; realização de concurso público para repor o quadro funcional; e regulamentação das 30 horas da jornada de trabalho para todos da categoria.

De acordo com a presidente do Sindicato dos Trabalhadores Federais em Previdência, Saúde e Trabalho do Estado (Sindprevs-RN), Fátima Caldas, a decisão pela paralização foi acordada em assembleia pela categoria e acompanha um movimento nacional. “Há uma tentativa antiga de diálogo com o Governo Federal, mas o assunto nunca fui tratado com prioridade pelo Executivo. Apenas dois estados do país não aderiram à paralisação, Goiás e Amazonas”, conta a presidente.

Uma audiência pública na Câmara Municipal de Natal às 9h, e um ato público às 11h em frente a central do INSS, na Rua Apodi, no bairro de Tirol, marcam o início da greve. “Vamos respeitar a manutenção do mínimo de 30% dos serviços essenciais, já que o objetivo da greve é chamar a atenção do Governo e não prejudicar a população”, esclarece Fátima. No caso do INSS, algumas agências vão funcionar internamente, mantendo apenas os atendimentos considerados urgentes.

A última grande greve nacional dos servidores do INSS aconteceu em 2009, quando analistas e técnicos paralisaram as atividades por mais de 28 dias. No Rio Grande do Norte, existem mais de 30 agências do Instituto. A paralização da categoria significa, entre outras coisas, a suspensão dos atendimentos de aposentadoria, pensões e benefícios assistenciais, sem data para retorno, em todas as agências de Natal e do interior do Estado.