quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

Polícia Militar apreende armas e drogas em Mossoró e Caicó

Na noite desta terça-feira (15), policiais do 12º Batalhão de Polícia Militar apreenderam duas espingardas de fabricação caseira, na cidade de Mossoró. Dois homens tentavam impedir a passagem de veículos no município, quando foram localizados pela PM. Ao notarem a aproximação dos policiais, a dupla fugiu em direção a um matagal, abandonando as duas armas. Diligências foram realizadas pelos policiais, mas, os homens não foram localizados. Os armamentos e algumas peças de veículos encontradas no local foram apreendidas e levadas para a Delegacia de Plantão de Mossoró.
 
Divulgação/PMDois homens fugiram em direção a um matagal e deixaram as armas, que foram apreendidas pela polícia 
Dois homens fugiram em direção a um matagal e deixaram as armas, que foram apreendidas pela polícia

Já em Caicó, a PM cumpriu mandado de busca e apreensão em uma casa localizada na Rua Luiz Alves de França, no bairro Walfredo Gurgel, onde foram encontradas 186,5 gramas de maconha, 65,8 gramas de um pó branco semelhante à cocaína e quatro celulares. O material estava sob a posse de três mulheres.

A suspeita é que as drogas estivessem sendo conduzidas para alguma unidade prisional da cidade. As mulheres e o material apreendido foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil da cidade, onde foi realizado o registro da ocorrência. O trio foi autuado por tráfico de drogas. 

Divulgação/PMAs drogas foram apreendidas com três mulheres, que foram encaminhadas à delegacia 
As drogas foram apreendidas com três mulheres, que foram encaminhadas à delegacia

MP cumpre mandados na Semob de Mossoró; secretário é afastado

O Ministério Público Estadual cumpriu 14 mandados de busca e apreensão em Mossoró na manhã desta quarta-feira (16). Um dos alvos dos mandados é a Secretaria de Mobilidade Urbana da cidade. Por determinação judicial, o titular da pasta, Charlejandro Pontes, foi afastado do cargo. A operação 'Desmob' foi deflagrada no início da manhã e, de acordo com o MP, tem como objetivo desarticular grupo que recebia verbas salariais indevidas e excluía ilegalmente multas de trânsitos do sistema.

De acordo com o MP, foram realizadas conduções coercitivas dos 14 investigados e suspensão do exercício da função pública de 6 servidores públicos. Eles também foram impedidos de entrar no prédio da Semob por determinação judicial.

Petrobras irá acelerar venda de ativos em 2016


petrobras-logo E

O ano de 2016 deve contemplar um enxugamento cada vez maior das operações da Petrobras. Sob o plano de levantar um total de US$ 15,1 bilhões em desinvestimentos e acelerar a venda de ativos até o final do próximo ano, a companhia irá lançar um novo plano revisado de negócios ao longo dos próximos meses, de acordo com o presidente da estatal, Aldemir Bendine. O objetivo é adequar as projeções da empresa às recentes quedas no preço do barril de petróleo. Ele reforçou o projeto de ampliação dos desinvestimentos para o ano que está por vir. Enquanto 2015 foi focado na estruturação do programa de venda de ativos, afirmou o presidente da empresa, o planejamento é de que as maiores operações sejam realizadas em 2016.

Os cortes são grandes, mas não há nada que não possa piorar. Segundo Bendine, a empresa está preparando um novo plano de negócios “mais maduro” para o início do ano que vem. Ao passo que o plano da estatal para 2015-2019 foi inicialmente elaborado sob uma cotação de US$ 70 o barril, a tendência é de que a austeridade aumente no atual cenário em que o barril é cotado na faixa dos US$ 40. A expectativa é de que a estatal, ao longo do ano que vem, concretize desinvestimentos que vinham sendo especulados nos últimos meses. Entre eles estariam áreas de produção no pré-sal e uma fatia da BR Distribuidora.

PF faz busca e apreensão na Câmara

POR ANDREZA MATAIS, DANIEL CARVALHO E JULIA AFFONSO
Agência Estado

A Polícia Federal faz ontem, por ordem do Supremo Tribunal Federal (STF), uma operação de busca e apreensão na residência oficial do presidente da Câmara Eduardo Cunha, em Brasília, na casa do parlamentar, no Rio, na sede da empresa C3 Produções Artísticas e Jornalísticas, também na capital fluminense. Também houve busca e apreensão na Câmara dos Deputados.

O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, foi avisado pelo diretor-geral da Polícia Federal, Leandro Daiello, sobre a Operação Catilinárias. O ministro, então, comunicou à presidente Dilma Rousseff.
Policiais federais vão à Câmara dos Deputados para cumprir os mandados expedidos pelo ministro do Supremo Tribunal Federal 
Policiais federais vão à Câmara dos Deputados para cumprir os mandados expedidos pelo ministro do Supremo Tribunal Federal

No início da tarde, o Conselho de Ética aprovou o relatório prévio do deputado Marcos Rogério (PDT-RO) que pede a continuidade do processo por quebra de decoro parlamentar contra o presidente da Câmara. A admissibilidade foi aprovada, em votação no painel, por 11 votos favoráveis e nove contrários. Também houve buscas nas residências dos ministros Celso Pansera (Ciência e Tecnologia) e Henrique Eduardo Alves (Turismo).

A operação da PF tem outros alvos: o senador Edison Lobão (PMDB-MA) e uma empresa do senador Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE), os deputados Aníbal Gomes (PMDB-CE) e Áureo Lídio (SD-RJ), o prefeito de Nova Iguaçu, Nelson Bornier (PMDB-RJ), o ex-vice-presidente da Caixa Econômica Federal, Fábio Cleto (aliado de Cunha e exonerado na semana passada pela presidente Dilma), Aldo Guedes – ex-sócio de Eduardo Campos -, Lúcio Bolonha Funaro – delator do Mensalão -, Altair Alves Pinto – emissário de propina de Cunha, segundo os investigadores – e o ex-presidente da Transpetro Sergio Machado.

Denominada de Catilinárias, a operação da PF cumpriu ao todo 53 mandados de busca e apreensão – na Câmara dos Deputados, sede do PMDB em Alagoas, na empresa Estre Ambiental, em endereço relacionado a Wilson Quintela Filho -dono da Estre – na residência dos investigados, endereços funcionais, sedes de empresas, escritórios de advocacia e órgãos públicos – expedidos pelo STF, referentes a sete processos instaurados a partir de investigações da Lava Jato.

Os mandados, expedidos pelo ministro Teori Zavascki, estão foram cumpridos no Distrito Federal (9), em São Paulo (15), no Rio (14), no Pará (6), em Pernambuco (4), em Alagoas (2), no Ceará (2) e no Rio Grande do norte (1). Três carros da Polícia Federal e sete policiais estiveram na frente da residência oficial de Cunha. O perímetro foi isolado. O celular de Eduardo Cunha foi apreendido.

Eduardo Cunha foi denunciado pelo Ministério Público Federal em agosto. O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, enviou denúncia ao Supremo Tribunal Federal (STF) em que acusa Eduardo Cunha de ter recebido propina no valor de ao menos US$ 5 milhões para viabilizar a construção de dois navios-sondas da Petrobrás, no período entre junho de 2006 e outubro de 2012. Celso Pansera foi apontado pelo doleiro Alberto Youssef, um dos delatores do esquema de corrupção investigado pela Lava Jato, como “pau mandado” do presidente da Câmara, Eduardo Cunha.

Criminosos explodem caixa de banco no interior do RN


Agência do Banco do Brasil ficou destruída (Foto: Jonathan Halyson)

Criminosos explodiram um caixa eletrônico do Banco do Brasil na madrugada desta quarta-feira (16) em Governador Dix-Sept Rosado, distante 320 quilômetros de Natal. De acordo com a Polícia Militar, os homens não conseguiram roubar o dinheiro do terminal. Segundo a PM, o crime aconteceu por volta das 3h. Oito homens armados chegaram em dois carros e invadiram a agência. Eles explodiram um caixa, mas não conseguiram chegar ao cofre. Parte da agência ficou destruída. Ainda de acordo com a polícia, os homens conseguiram fugir.

Após paralisação, ônibus voltam a circular gradativamente


na zona norte, os ônibus começaram a sair das garagens por volta das 7h30
Após a paralisação promovida no início da manhã desta quarta-feira (16), os ônibus começaram a sair das nove garagens localizadas em Natal e voltam a circular pelas ruas da capital e da grande Natal. Desde às 4h30, uma paralisação foi promovida pelo Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário (Sintro-RN), em protesto contra a insegurança enfrentada por motoristas, cobradores e passageiros do transporte coletivo. De acordo com o presidente do Sintro, Júnior Rodoviário, a categoria espera ser recebida pelo governador Robinson Faria, caso contrário “vai ter paralisação todo dia”.

Na noite desta terça-feira (15) um ônibus da linha 79 foi assaltado. De acordo com o motorista do veículo, um homem pediu parada na avenida Felizardo Moura, subiu no coletivo e anunciou o assalto. A intenção do assaltante era de roubar o dinheiro do caixa.
Segundo Júnior Rodoviário, além dos constantes assaltos a coletivos e terminais de ônibus na capital, a própria sede do sindicato foi alvo de criminosos. “Foram oito arrastões nos últimos meses”, disse ele.

Reuniões para discutir a questão da insegurança no transporte coletivo foram realizadas entre a categoria e o Comando-Geral da Polícia Militar ao longo do ano. Entretanto, Júnior Rodoviário considera que a PM não está atendendo às solicitações do sindicato e que pretende recorrer diretamente à governadoria.

terça-feira, 15 de dezembro de 2015

Tema anual 2016: Diversidades que nos unem


Tema anual 2016: Diversidades que nos unem 

Somos, em nosso planeta, mais de sete bilhões de pessoas. Cada uma das pessoas dessa imensa população é diferente de todas as outras. Cada uma tem uma herança e uma história pessoal exclusiva, que a faz ser única. Somos mais de sete bilhões de pessoas diferentes, compartilhando um mesmo universo.
Esse conjunto de pessoas apresenta múltiplos aspectos que se diferenciam entre si no que se refere a origens, etnias, línguas, crenças, ambientes de residência, culturas, costumes, gênero, identidade de gênero, constituição física, preferências, orientação de afetos, etc. E isso define o que se entende como diversidade. A diversidade compreende qualquer dimensão que pode ser usada para diferenciar grupos ou indivíduos.

O Movimento Escoteiro, desde o seu princípio, apresenta a diversidade como um dos elementos de sua composição. Alcançando quase todos os países do mundo, com suas diferentes características, forma uma fraternidade fundamentada na unidade de ideal e na diversidade de seus membros. É justamente este alcance que torna o Escotismo um instrumento importante para o entendimento entre as pessoas, na busca de um mundo melhor.

Ainda em 1919, quando escreve “Aids to Scoutmastership” (traduzido no Brasil como Guia do Chefe Escoteiro), Baden-Powell já reforça a ideia da diversidade, afirmando que “o Escotismo é uma grande fraternidade - um plano que, na prática, derruba diferenças de classes, credos, raças e regionalismos”, e acrescenta que “felizmente, no Movimento Escoteiro, temos irmãos-escoteiros já organizados na maioria dos países civilizados do mundo, e já construímos um tangível núcleo de uma fraternidade universal”.

Esta concepção de Baden-Powell é reforçada em sua autobiografia, lançada em 1933, com o título de “Lessons from the varsity of life” (ou Lições da Escola da Vida, conforme tradução brasileira), onde escreve: “Pelo Movimento Escoteiro estamos procurando derrotar o egoísmo, inculcando nos jovens uma visão mais ampla, e um ideal de boa vontade mútua e serviço. Não pretendemos dizer que o Escotismo resolve tudo, porém uma vez que grassou com rapidez tão extraordinária, formando extensa fraternidade em países tão diversos, sem reconhecer diferenças de classe, credo ou raça, pode-se esperar que seja pelo menos um passo na direção almejada”.

Evidentemente que o conceito atual de diversidade é muito mais amplo, em sociedades cada vez mais distintas, e se torna indispensável que o Escotismo, mantendo sua melhor tradição de modernidade, reflita essa situação e se esforce para representar a sociedade na qual está inserido.

Vivenciando a prática do Escotismo em um ambiente sem preconceitos, no qual as diferenças sejam respeitadas e aceitas, nossas crianças, adolescentes, jovens e adultos poderão compreender que essa soma oferece uma oportunidade para o enriquecimento da sociedade, que se reflete na vida familiar, educação, trabalho e, de modo geral, em todos os processos sociais e culturais de nossas comunidades.

O Escotismo, assumindo valores de respeito à diversidade, deve, também, evoluir permanentemente para ser capaz de identificar e responder às diferentes necessidades e características das crianças, adolescentes e jovens, por intermédio de uma maior participação no Programa Educativo, assim como de acolher a contribuição de adultos que representam a diversidade da sociedade.

Apresentando essa incrível possibilidade de unir em um mesmo ideal e espírito toda esta diversidade, o Movimento Escoteiro pode contribuir, de fato, para a construção de um mundo mais equitativo e respeitoso frente às diferenças, independentemente das suas características, sem rótulo ou exclusão.

E é isso o que verdadeiramente somos: uma imensa fraternidade mundial, na qual todas as pessoas, com a riqueza de suas particularidades e individualidades, se unem por laços de compreensão mútua, em um ambiente de respeito e bem-querer, com a proposta de tornarem este mundo melhor para todos.

Embora possa parecer um paradoxo, essa diversidade é exatamente o que nos une!

Diretoria Executiva Nacional