quarta-feira, 20 de agosto de 2014

Justiça condena cinco homens por assalto a Correios em Pendências, RN

Homens e mulheres são presos em motel de Mossoró suspeitos de assaltos no RN (Foto: Carlos Adams/Inter TV Cabugi)
A Justiça Federal do Rio Grande do Norte condenou os cinco homens responsáveis pelo assalto aos Correios do município de Pendências, na região Oeste do estado. O crime aconteceu no dia 11 março deste ano. Os suspeitos foram presos em um motel na cidade de Mossoró no dia 13 de março deste ano. O dinheiro levado da agência foi recuperado.
 
Washington Martins da Rocha foi condenado a 13 anos e seis meses de reclusão; Nycollas Fernandes Bezerra a 14 anos de reclusão; Edriano Dias da Silva a 11 anos e seis meses; Pedro Henrique da Silva Rocha a 9 anos e 11 meses; e Gilvan Rocha Costa a 11 anos e seis meses.
A sentença foi do juiz Fábio Bezerra, titular da 11ª Vara de Assu. De acordo com o magistrado, o grupo também foi responsável por assaltos em outras agências dos Correiso no interior do estado. "O que se observa é, na prática dos assaltos às agências dos Correios existentes no interior do Rio Grande do Norte, um verdadeiro revezamento entre os membros da quadrilha comprovadamente existente", disse ele.
Ainda segundo o juiz, os criminosos planejavam a realização de outros crimes. "A magnitude da operação, com contratação de vários quartos de um motel de alto luxo, realizando orgias sexuais com garotas de programa caras, aliado ao fato de relacionarem com intimidade e por apelidos, comprovam que a reunião entre eles almejava não apenas aquele crime de roubo específico à agência dos Correios, como também os crimes já praticados e confessados por alguns deles”, ressaltou o magistrado.
No caso do réu Washington Martins da Rocha, ele também já havia sido condenado na 11ª Vara Federal pelo roubo à agência dos Correios de Carnaubais, crime ocorrido no dia 17 de julho de 2013. O grupo não poderá recorrer da decisão

Três são assassinados e adolescente é baleada em Nova Cruz, RN

Três homens foram assassinados a tiros dentro de uma casa na noite desta terça-feira (19) no município de Nova Cruz, na região Agreste do Rio Grande do Norte. Segundo a Polícia Militar, o local é um conhecido ponto de venda de drogas da região, o que pode ter motivado as mortes. Uma adolescente de 16 anos, que também estava no imóvel, foi baleada e socorrida com vida ao hospital.
 
As vítimas foram identificadas como Fernando Cícero da Silva, de 25 anos, Sebastião Cordeiro, de 24 anos, e Marcos da Silva Coelho, de 28 anos. Ambos foram baleados na cabeça.
 
Segundo o major Genilton Tavares, comandante do 8º Batalhão da PM, os três homens e a adolescente estavam bebendo com um outro rapaz no local momento antes dos criminosos chegarem. "Este rapaz que estava com eles deixou o local e, quando voltou, veio acompanhado por três pessoas, sendo dois deles adolescentes. Acredito que as execuções foram motivadas pelo tráfico de drogas na região", relatou o oficial.
 
A menor foi socorrida ao Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel, em Natal. O major contou que ela permanece em observação, mas não há detalhes sobre o estado de saúde dela.
 
Ainda segundo o major, um dos adolescentes que estariam envolvidos no crime é conhecido na região por ter comportamento violento. "Esse jovem já cometeu algumas infrações no município e é conhecido pelos policiais da região pela violência. Já identificamos quatro suspeitos e vamos prendê-los", garantiu Tavares.
 
Durante as diligências em busca dos criminosos, um outro adolescente foi apreendido. O major revelou que ele estaria tentando vingar a morte dos três homens. "Apreendemos esse adolescente com uma arma. Ele é da mesma facção dos três que foram mortos nessa boca de fumo. Agora vamos buscar os responsáveis pelos assassinatos", disse.
O caso deverá ser investigado pela Delegacia de Polícia Civil do município.

TCE determina que Câmara de Guamaré suspenda pagamento de reforma em prédio

A Primeira Câmara de Contas do TCE/RN aprovou nesta quinta-feira (14) voto do conselheiro Gilberto Jales pela concessão de medida cautelar para determinar à Câmara Municipal de Guamaré que se abstenha de efetuar qualquer pagamento que tenha por base os contratos de reforma e manutenção de seu prédio próprio, em especial aqueles referentes à parte elétrica, hidráulica, de dedetização e de eventuais reformas. Processo nº 2249/2013-TC. A decisão do relator foi tomada ao analisar denúncia e, após inspeção “in loco”, quando ficou constatado fortes indícios de superfaturamento em obras e serviços na sede do legislativo daquela cidade.
O Corpo Instrutivo do TCE observou que os R$ 2.222.303,21 que foram gastos com reforma, seriam suficientes para que se erguessem quatro prédios novos naquele local. Ou seja, as despesas verificadas equivaleriam a gastar, anualmente, em manutenção predial, mais que o valor total da construção da edificação. “Para se ter uma ideia, os valores com manutenção na sede deste Tribunal de Contas atingem a monta de R$ 38,00 por metro quadrado, enquanto que os gastos com manutenção da sede do Legislativo de Guamaré atingiram inimagináveis R$ 899,01 por metro quadrado.”, exemplifica o relator.
Em outro comparativo, se evidenciou que o TCE-RN, por exemplo, gastou R$ 640,00 com dedetização do prédio sede; o que dá um gasto médio de R$ 0,86/m², o Judiciário do Ceará, para mostrar outro exemplo, gastou R$ 2,09/m² para o mesmo serviço. Enquanto isso, a Câmara denunciada despendeu R$ 72.000,00 com o mesmo objeto, ou seja, R$ 96,95/m², registra o processo. Outro fato foi verificado pelos técnicos do TCE foi que entre os anos de 2010 a 2013 as mesmas empresas responsáveis por reparos elétricos e hidráulicos se mantiveram como vencedoras nos diversos certames realizados.
Com efeito, há evidências de que sabiam estar “refazendo” um serviço já realizado a menos de dois anos, cobrando por eles valores acima daqueles de mercado. De outro modo, há indícios, outros, de que tenham utilizado materiais de baixa qualidade ou, muito mais grave, conforme apresentações do Corpo Instrutivo desta Corte, de que sequer realizaram estes serviços, mesmo tendo recebido por eles. Além do desrespeito às leis de licitações e contratos, tem-se forte materialidade dos ilícitos vedados pela lei de improbidade.
Diante da gravidade dos fatos, o conselheiro Gilberto Jales votou pela realização de procedimento in loco, por uma equipe multidisciplinar, para que sejam analisadas as várias despesas realizadas por aquele poder, no último quadrimestre, em especial os gastos com pessoal e material de expediente. O voto foi pelo encaminhamento dos autos ao Ministério Público do Estado, para atuação no âmbito de sua competência.

 

Dunga chama 10 da “era” Felipão

Rio (Agência Estado) - O técnico Dunga anunciou ontem a primeira lista de convocados no seu retorno à seleção brasileira, confirmando a promessa de realizar uma mudança gradual da equipe, ao chamar dez jogadores que participaram da última Copa do Mundo e ainda apresentar algumas novidades. A lista com 22 nomes serve para os amistosos contra a Colômbia, em 5 de setembro, em Miami, e o Equador, quatro dias depois, em Nova Jersey, ambos nos Estados Unidos.


Na sua primeira lista, ele resgatou nomes que estavam no grupo do técnico Luiz Felipe Scolari no Mundial disputado no Brasil, casos do goleiro Jefferson, do lateral-direito Maicon, do zagueiro David Luiz, dos meio-campistas Luiz Gustavo, Fernandinho, Ramires, Oscar, Willian e dos atacantes Neymar e Hulk. Dunga, porém, não pôde contar dessa vez com o capitão da seleção na última Copa, o zagueiro Thiago Silva, que está contundido.

Dunga também apostou em jogadores que são destaques do futebol brasileiro atualmente. Assim, convocou os corintianos Gil e Elias, o atleticano Diego Tardelli e os cruzeirenses Ricardo Goulart e Everton Ribeiro. Além disso, chamou jovens que vinham fazendo sucesso no futebol europeu, mas não foram lembrados por Felipão para a última Copa, como o lateral-esquerdo Filipe Luís, o zagueiro Marquinhos e o atacante Philippe Coutinho.

Marquinhos tinha sido convocado na semana passada, pelo técnico Alexandre Gallo, para defender a seleção olímpica no mês período - são três amistosos no Catar, entre os dias 1º e 10 de setembro. Mas Dunga explicou nesta terça-feira que, nesse caso, prevalece o time principal do Brasil, que fica, portanto, com o zagueiro para a viagem aos Estados Unidos, desfalcando o grupo que está sendo formado para a Olimpíada do Rio em 2016.

Segundo Dunga, Gallo sabia que poderia perder algum jogador, embora a convocação de Marquinhos nesta terça-feira pudesse representar certa falta de planejamento na nova estrutura da CBF, sob o comando do coordenador Gilmar Rinaldi. “Como ele teve que fazer a convocação antes da seleção principal, conversamos para que ele fizesse a lista que tinha em mente”, disse o treinador.

Desde que a nova comissão técnica comandada por Dunga foi apresentada, há cerca de um mês, a CBF enfatizou que iria trabalhar com integração entre as seleções de base e a principal “Mas a prioridade é a seleção principal. O Gallo vai ter que recompor, ele já estava ciente”, avisou Dunga, ao anunciar nesta terça-feira a convocação de Marquinhos, jovem zagueiro do Paris Saint-Germain.

Um dos que não estão na lista de Dunga, o goleiro Júlio César,  assinou, ontem, contrato com o Benfica de Portugal.

O goleiro, símbolo da derrota da primeira “era” Dunga, na Copa da África do Sul, deixou a Seleção Brasileira sem realizar o sonho da conquista de um campeonato mundial e teve atuação discreta na Copa do Mundo do Brasil.

PROGRAMAÇÃO
Os jogos nos Estados Unidos contra Colômbia e Equador serão os primeiros da nova Era Dunga, técnico que volta ao comando da seleção após quatro anos - a sua primeira passagem se encerrou após a eliminação nas quartas de final da Copa do Mundo de 2010, na África do Sul, com a derrota por 2 a 1 para a Holanda.

Os duelos também serão os primeiros após o fracasso brasileiro na última Copa do Mundo, em que o Brasil, jogando em casa, ficou na quarta colocação, depois das derrotas para a Alemanha, por 7 a 1, nas semifinais, e para a Holanda, por 3 a 0, na disputa do terceiro lugar.

Depois destes dois primeiros amistosos sob o comando de Dunga nos Estados Unidos, o Brasil tem agendado para o dia 11 de outubro um confronto diante da Argentina, no Estádio Ninho de Pássaro, em Pequim (China), em mais uma edição do Superclássico das Américas.

Em seguida, no dia 14 do mesmo mês, a seleção terá pela frente o Japão, em Cingapura, em outro amistoso de preparação. Após duelos diante de argentinos e japoneses, o Brasil ainda fará um amistoso contra a Turquia, em 12 de novembro, em Istambul.

Genro, filha e mais dois são indiciados por morte do irmão de ex-prefeito de Serra do Mel

Francisco Azevedo foi assassinado em 24 de janeiro. Foto: Divulgação
Francisco Azevedo foi assassinado em 24 de janeiro. Foto: Divulgação
A Polícia Civil indiciou quatro pessoas acusadas de participação na morte do agricultor Francisco Azevedo Neto, mais conhecido como “Netinho”, assassinado a tiros em janeiro desse ano, na cidade de Serra do Mel. Dentre os indiciados estão o genro e a filha da vítima. Netinho era irmão de Josivan Bibiano, ex-prefeito de Serra do Mel.

Os indiciados são: José Luiz Gomes, vulgo “Chico Passarinho”, sendo ele o mandante do crime, e Maria Simone de Azevedo Gomes, genro e filha da vítima, Ítalo Lima de Almeida (executor) e o pai dele Ivan Carlos de Almeida. A motivação seria uma série de desavenças que o genro tinha com o sogro.

A vítima considerava o marido da filha preguiçoso para trabalhar, adúltero e responsável pela separação dele com a esposa. Isso gerou algumas discussões entre eles, o que teria causado a ira de Chico Passarinho e de Maria Simone, que defendia o esposo.

Chico Passarinho foi interrogado e negou o crime, mas seu depoimento apresentou várias contradições. O delegado Nivaldo Batista, responsável pelas investigações do caso, também encontrou outros indícios que apontam a autoria intelectual do suspeito e o envolvimento dos demais no assassinato. As investigações apontam ainda que Chico Passarinho foi quem levou, no carro dele, os executores até o local do crime.

Também participaram diretamente da execução os irmãos Manuel Diego e Assizinho, ambos mortos em confronto com a polícia em Serra do Mel no último dia 13 de março. Outras três pessoas também foram indiciadas por falso testemunho, pois fizeram afirmações falsas para tentar proteger os demais acusados.

O crime
O homicídio ocorreu no dia 24 de janeiro desse ano, por volta das 7h30, na Vila Mato Grosso, em Serra do Mel/RN. Ele estava na lavoura de sua propriedade acompanhado de outros quatro trabalhadores quando apareceram duas pessoas armadas com uma espingarda calibre 12 e um revólver correndo dentro do lote, mandando que todos se deitassem.

Ao se aproximarem da vítima, uma dessas pessoas falou: “é você mesmo”, ordenando que os trabalhadores saíssem correndo. Logo depois a vítima, ainda deitada, foi executado com um tiro de espingarda calibre 12 nas costas e três disparos de revólver na cabeça. Em seguida os suspeitos empreenderam fuga em direção à estrada, já que existia um veículo os esperando.

Fonte: Portal BO

terça-feira, 19 de agosto de 2014

Escritório Regional realiza capacitação

Nessa semana os funcionários e alguns diretores e formadores dos Escoteiros do Rio Grande do Norte participaram do mini curso  “Perfil Comportamental e Talentos-autoconhecimento e autodesenvolvimento” com a Professora Ms. Patrícia de Albuquerque Maia.
Por meio de um diagnóstico feito previamente, a Professora numerou o perfil comportamental de cada participante, mostrando quais as melhores maneiras de trabalhar com determinado perfil.
As atividades desenvolvidas proporcionou aos funcionários  e voluntários, que conhecessem mais um ao outro, processo esse de extrema importância para melhorar o ambiente de trabalho, o tornando mais eficaz, com as atividades sendo executadas com excelência.

A Equipe de Formação, através da sua Diretoria, pretende realizar este curso com todos da equipe.  Onde estes irão atuar como multiplicadores deste momento.
O curso é um resultado de uma parceria da Instituição com a Universidade Potiguar, através do Empreende o qual é um centro de empreendedorismo dentro da UNP, que visa estimular a capacidade empreendedora em alunos, professores, e também em empresas dos mais diversos ramos.

Cinquenta mil bolsas do ProUni serão ocupadas por ordem de inscrição

Após duas chamadas regulares e a lista de espera, o Ministério da Educação (MEC) decidiu oferecer online as bolsas do Programa Universidade para Todos (ProUni) que não foram preenchidas. Segundo o diretor de Políticas e Programas de Graduação do MEC, Dilvo Ristoff, há cerca de 50 mil bolsas, integrais e parciais, para serem ocupadas, o que corresponde a aproximadamente 43% das 115.101 bolsas ofertadas nesta edição.

De acordo com o MEC, foram 653.992 candidatos inscritos. “O número de bolsas e de inscritos cresce a cada edição do ProUni. Mesmo assim, muitas turmas não são formadas. O interesse existe, mas para que sejam formadas precisam de prounistas e estudantes pagantes, tem que ter a combinação dos dois”, diz Ristoff. Ele não soube informar quantas turmas deixaram de ser formadas neste processo, mas disse que no início do ano, o número chegou a 2 mil turmas.

“O preenchimento das bolsas varia de instituição para instituição, de local para local, há instituições em que o preenchimento é pequeno e outras em que chega a quase 100%”, explicou. “O número [50 mil] indica que não conseguimos preencher todas [as bolsas] e por isso estamos fazendo esse esforço extra para garantir a oportunidade às pessoas que ainda desejam ser bolsistas do ProUni”, acrescenta.